A maior e mais completa revista de festas infantis de São Paulo

Arquivo para junho, 2012

Aqui você solta a imaginação e o chef que tem dentro de você…

Anúncios

Dia de Princesa


Na Allie Itens para Princesas as meninas podem realizar o sonho de se transformar em princesa! Além de oferecer um espaço especial para festas, a loja ainda vende produtos inspirados nesse universo, como fantasias, acessórios, camisolas, sapatos, biquínis e itens para decoração.

A sócia-executiva Mariana Ciocci conta que para o grande dia a aniversariante pode escolher entre duas propostas de look: Princesa Diva, que inclui penteado, maquiagem, unhas, coroa, varinha de condão e faixa, ou Princesa Encantada, que contempla todos os itens anteriores mais a fantasia.

“Durante as três horas de festa, as meninas são transformadas em verdadeiras princesas pela ‘fada-madrinha’ e ainda participam de uma oficina de bijus, onde criam colares para levar para casa de lembrança. Mas a atração mais disputada é a Carruagem, que comporta até quatro crianças”, revela Mariana.

Outra opção, essa à parte, é contratar a Princesa Predileta, em que a aniversariante pode escolher entre as personagens Rapunzel, Bela Adormecida, Cinderela, Branca de Neve ou Bela (da Bela e a Fera), complementando o universo de encantamento da festa com dança e contação de histórias.

No pacote da Princesa Diva e da Princesa Encantada está incluso convite, bebidas e comidinhas pra lá de gostosas. São servidos minissanduíches, pipoca, enroladinhos de salsicha, marshmellow e brigadeiro de copinho, além de cupcakes e minibolo para a hora do parabéns. Todos os itens são oferecidos personalizados com adesivos, tags e bandeirinhas temáticas.

A Allie Itens para Princesas, localizada no Itaim Bibi, faz festas para no mínimo quatro e no máximo dez crianças mais dois adultos acompanhantes. A comemoração é indicada para meninas a partir de três anos e não tem idade limite. “O maior desejo é que as pessoas se sintam em um conto de fadas no nosso espaço”, completa Mariana.

Só flores


As oficinas de arranjos florais da Via Flor são outra atração criativa, e acontecem no espaço indicado pela família ou no ateliê da artista floral Daniela Schmitt Féres, na Vila Nova Conceição. Ela recomenda as oficinas para crianças a partir de quatro anos, quando já possuem maior concentração. “Manusear as flores é ótimo para estimular a sensibilidade, o contato com a natureza e a criatividade, além de trabalhar a autoestima das crianças. Elas se orgulham de poder levar para casa um arranjo que elas mesmas criaram”, conta Daniela, que se lembra de sua brincadeira preferida na infância: fazer pequenos arranjos com as flores que catava no jardim da casa da avó.

A ideia das oficinas para crianças surgiu quando Rafael, filho de Daniela, pedia para brincar de fazer arranjos com espuma floral. “Ele tinha três anos e adorava a brincadeira”, recorda.

Hoje, nas oficinas infantis, Daniela utiliza diversas espécies de flores (sempre tomando o cuidado de retirar antes eventuais espinhos), sementes e folhagens. Os arranjos podem até combinar com o tema da festa. No caso de um aniversário com o tema pic-nic, as crianças levam seus arranjos dentro de cestinhas de vime. Daniela se surpreende com as criações infantis: “Os pequenos não se prendem a combinações tradicionais. É emocionante ver os trabalhos que criam nas festas.”

Via Flor –  Telefone: 3545-1701

Filhotes e pôneis


Sheila Largman, da Pônei Amigo e a Bicharada, tem um diferencial importante: ela é veterinária. Com o intuito de estreitar os vínculos entre as crianças e os bichos, ela criou recentemente um novo projeto para as festas: uma aula de Ciências, porém muito divertido, onde as crianças aprendem mais sobre os animais. “Apresento as curiosidades dos animais, tudo com muita música e diversão, de forma lúdica e interativa”, afirma. Acompanhada por vídeos, Sheila mobiliza a atenção das crianças, estimulando o reconhecimento do som emitido por cada espécie. Os animais em exposição também participam da apresentação.

Sheila só leva filhotes para os aniversários. Segundo a veterinária, eles interagem melhor com as crianças e são mais seguros. “Um coelho adulto nem sempre aceita bem ser agarrado por uma criança. Um filhote, sim. Um cabritinho toma mamadeira. Enfim, os filhotes são sempre encantadores.” A veterinária também leva pôneis, vestidos conforme o tema da festa. Para espaços maiores, o animalzinho pode vir acompanhado de charrete, também decorada.

O número de animais por festa é determinado também pelo espaço disponível, seja no bufê ou em residência. Se a festa for no salão do prédio, ela recomenda informar-se com antecedência se o condomínio permite a entrada e permanência dos animais.

Pônei Amigo: Tel: 2597-4697 / 9974-8485 ou pelo site: http://www.poneiamigo.com.br 

Uma forma diferente de servir bebidas


As suqueiras de Silvia Vicentini são uma forma diferente de servir sucos e água mineral na festa. Os modelos da foto foram decorados pela PK Sonhos e Festas no tema Pequeno Príncipe.

Silvia Vicentini: 8296-1890 http://www.silviavicentiniateliedefestas.blogspot.com/

Foto: Viviane Rodrigues Bacci

Uma banda na festa


Com o Viola Mágica, Vanessa Barum, cantora e educadora musical, propõe uma experiência prazerosa e criativa com música nas festas. “Não se trata de um show, mas de uma atividade onde o diferencial é a participação efetiva das crianças. E se os pais participarem, melhor ainda, porque a festa vira um sarau!”, constata Vanessa.

Vanessa canta e toca violão, e se apresenta junto com Luiza Lauretti, que toca flauta transversal. Instrumentos de percussão são distribuídos para as crianças. “Meu objetivo é que elas cantem e toquem junto, levando-as para a roda, para que todos brinquem e tenham contato com diversos instrumentos. O repertório varia conforme a faixa etária. Podemos incluir músicas do folclore, que os pequenos conhecem, e até incrementar com canções dos Beatles, por exemplo”, conta Vanessa. Ela complementa que a montagem do repertório também é baseada nas solicitações dos pais do aniversariante. Se ele gosta das músicas de Patati Patatá e do Pintinho Amarelinho, por exemplo, elas podem fazer parte da apresentação.

O Viola Mágica pode se apresentar em salões de festas, bufês ou até na sala de casa. Geralmente o sarau é acústico, ou seja, sem microfone. “Precisamos de um cantinho mais sossegado para o Viola. Mas se a festa for em um bufê ou local com mais ruído, usamos microfone. O fundamental é a participação das crianças. Elas sentem que fazem parte da banda e é muito divertido”, arremata.

 

Viola Mágica: 6341-5036 www.violamagica.com.br

Mexa-se!


Colocar as crianças – e até mesmo os adultos – para dançar e se mexer nas festas é a ideia da Bambodança, a fusão da dança com o bambolê. A arte-educadora Patricia Arnosti morou na California durante 10 anos, e lá se iniciou na arte do bambolê, ou hoop dance.  Segundo Patricia, os bambolês usados na bambodança são maiores, mais pesados que seus ancestrais infantis e por isso mais fáceis de controlar. “O bambolê possibilita um exercício lúdico despertando a criança interior de todos nós. É uma oportunidade de experimentar a liberdade de movimento, aprofundando a interação mente-corpo”, explica.

Nas festas, as oficinas de Bambodança têm duração de uma hora. Patricia faz uma apresentação da modalidade e ensina noções básicas, permitindo que todos saiam dançando e brincando. “A Bambodança é uma atividade inclusiva e de baixo impacto, da qual todos podem participar, adultos e crianças”, diz. Patricia também dá um show à parte, utilizando em sua apresentação um bambolê de LED e um fogo, somente indicado para profissionais. A decoração do bambolê pode ser contratada como opcional: cada criança enfeita seu bambolê, que pode ser levado como lembrancinha da festa.

Bambodança: 7742-0896 e 2063-2754 http://bambodanca.wordpress.com

Nuvem de tags